Logo da República do Brasil - Justiça Federal da 5ª Região
Link do Tribunal Regional Federal da 5ª Região
Imagem do Portal da Justiça Federal

TRF5 mantém multa para comerciante acusada de vender artesanato com borboletas

09/05/2017 às 19:54:00

Artesã alagoana produzia, expunha e vendia artigos com os animais silvestres, numa loja no bairro de Pajuçara, em Maceió

O Tribunal Regional Federal da 5ª Região – TRF5 negou provimento à apelação de uma comerciante alagoana acusada de expor e vender peças de artesanato confeccionadas com produto da fauna brasileira. Em sua loja, localizada no bairro de Pajuçara, em Maceió (AL), J.V.R. comercializava quadros e porta-joias decorados com borboletas, que são consideradas animais silvestres. Nos autos, o relator do processo, desembargador federal Élio Siqueira Filho, destacou que a atividade desenvolvida pela artesã necessitava de prévio licenciamento, a ser concedido pelos órgãos de controle ambiental, nos termos do que dispõe o artigo 29, da Lei nº 9.605/98 – Lei dos Crimes Ambientais. Para ele, o depoimento da comerciante se mostrou contraditório. “Ela disse que relutou em aceitar expor aqueles quadros, mas, por insistência de seu fornecedor, homem em quem confiava, acabou por aceitar a oferta. Como pode, assim, alegar que não possuía a consciência da ilicitude da sua conduta?”, frisou o desembargador, em seu voto. ENTENDA O CASO – A comerciante J.V.R. foi flagrada, no ano de 2007, por um fiscal do Ibama, que apreendeu os produtos expostos na loja e a autuou, aplicando-lhe uma multa de R$ 10 mil. Na primeira instância, o juiz federal da 3ª Vara da Seção Judiciária de Alagoas, Frederico Wildson da Silva Dantas, reduziu o valor para R$ 2 mil, considerando o pequeno porte da empresa em questão e a situação econômica delicada da infratora. A comerciante recorreu ao TRF5, pedindo a anulação da multa e sua conversão em prestação de serviços, tendo a sua apelação negada. PJe nº processo: 0803639-82.2014.4.05.8000


Autor: Divisão de Comunicação Social do TRF5 - comunicacaosocial@trf5.jus.br

 Imprimir 

Top